Volta ao futebol ou ao trabalho não reduz violência doméstica
 
01Jul

Volta ao futebol ou ao trabalho não reduz violência doméstica

52 Visualizações
Claudio Herique

 

Há dias, ouvi o seguinte comentário de um conhecido, em tom de brincadeira: "Preciso voltar logo ao trabalho. Minha casa está virando um ringue de MMA". Oi?
 
O ex-técnico da seleção feminina (isso mesmo) de futebol, Renê Simões, defendeu a volta prematura do esporte. Para ele, "devemos usar o futebol como fator social, para ajudar pessoas que estão em casa enlouquecendo". E completou: "Tenho amigos que se separaram, outros bateram na mulher e nos filhos". (leia aqui: https://www1.folha.uol.com.br/esporte/2020/06/rene-simoes-afirma-que-amigos-bateram-na-mulher-durante-a-quarentena.shtml)
 
Muitos homens encaram a violência doméstica como um fato normal e até justificável. E enquanto fazemos brincadeiras, naturalizamos a violência como atributo masculino ou deixamos de denunciar os agressores, as estatísticas não param de crescer.
 
Nenhum ato violento é justificável. A violência não termina com a volta ao futebol ou ao trabalho. É preciso conscientizar a sociedade (leia-se, os homens) sobre a gravidade do tema. Temos que denunciar, a polícia e a justiça devem funcionar e, principalmente, é preciso uma fazer profunda transformação cultural em relação ao machismo.
  
As empresas têm alcançado avanços significativos na discussão de temas como equidade de gênero, diversidade e inclusão, gerando impactos muito positivos na sociedade. Talvez seja o caso de começar a incluir também a violência doméstica nessa agenda. 


Posts Relacionados


  • Vídeo - Violência e Machismo. Até quando?

    254 Visualizações
    Claudio Henrique

    Até quando os homens vão agir como se a violência contra a mulher não fosse um problema deles também? Este é o tema do meu vídeo mais recente no canal Macho do Século 21 no Youtube, que compartilho também por aqui.

  • Vídeo - Machismo em tempos de isolamento social - Um papo com Reinaldo Bulgarelli

    160 Visualizações
    Claudio Henrique

    Conversei com o Reinaldo Bulgarelli, educador e consultor, sobre machismo e isolamento social. O resultado está neste vídeo.

  • Video - My News: Coronamacho tem cura?

    140 Visualizações
    Claudio Henrique

    Entrevista para o programa para o programa "Almoço da Quarentena", do canal My News, no dia 07/05,

  • Vídeo - Deputado machista

    94 Visualizações
    Claudio Henrique

    De tão inacreditável, faço questão de reproduzir um trecho do discurso do vereador de Campo Grande (MS), Welligton de Oliveira. Um minuto de puro machismo, misoginia, desconhecimento e completo descaso pelas mulheres.

Comentários